Como montar um plano de fuga para você e sua família

Plano de fuga, shtf, bug out location, bug out bag,

Como criar um plano de fuga para você e sua família escapar de uma situação de crise os chamados SHTF? Neste post vamos listar 6 pontos importantes que você precisa analisar antes mesmo de pensar em criar um plano de evasão. Então, quer saber como pode manter a sua família mais segura e preparada para um momento de crise, então fica no vídeo.

APENAS TER UM PLANO DE FUGA NÃO É O SUFICIENTE

Isso mesmo, ter uma plano de fuga definitivamente não é o suficiente, você precisa conhecer muito bem ele e estar ciente de tudo que pode dar de errado em sua execução, todas as variáveis dessa equação devem ser consideradas, em outras palavras você precisa por a prova o seu plano de fuga.

Mas antes de falarmos sobre isso vamos definir o que seria um plano de fuga. Um plano de fuga é todo planejamento, roteiro, estratégias e conhecimentos previamente pensados e estudados com o intuito de te levar do ponto A para o ponto B levando em consideração tudo que pode acontecer durante a sua execução.

Parece fácil, mas não é, existem muitos pontos importantes que precisam ser pensados quando planejamos uma evasão, porém cada caso é um caso, eu não posso espelhar a minha realidade com a de vocês, então eu vou listar seis pontos importantes que precisam ser levado em consideração antes mesmo de pensar em ter um plano de evasão, que são: Onde você esta? Para onde você vai? Com quem você vai? O que você vai levar? Como você vai? E o que pode dar errado?

Essas são as principais perguntas que você precisa responder quando for montar o seu plano de evasão, e vamos analisar cada uma delas para te ajudar tomar a decisão certa na hora de montar o seu plano de fuga.

ONDE VOCÊ ESTA?

Esse é o primeiro e o mais importante passo a ser tomado, pois é ele que vai definir o segundo passo que é para onde você vai e os demais a seguir.

Visto que somos pessoas comuns e que somos sempre apegados a rotinas, temos os nossos compromissos diários, dentre eles trabalho, estudo, resenhas com amigos e hobbies pessoais, e por isso não temos como prever como e quando um momento de crise pode acontecer e muito menos onde estaremos quando acontecer.

E é por isso que temos que analisar a nossa rotina e criar um plano de evasão para cada situação, pois assim você vai saber o que fazer seja onde quer que esteja, seja no trabalho, escola, faculdade, curso, academia e por ai vai.

Crie um plano de evasão para cada local que você frequente rotineiramente, levando em consideração à distância, horário, condução e quem esta com você.

Assim você pode estabelecer um tempo médio de percurso levando em consideração o melhor horário de transito e as melhores rotas.

PARA ONDE VOCÊ VAI?

Agora chegou a hora de decidir para onde você vai, e esse é um ponto importante porem também muito controverso, pois quando se fala em evasão logo se pensa em uma BOL (Bug Out Location) muito bem preparada e equipada com armas e suprimento iguais as dos filmes e séries da TV, porém se você mora no Brasil e é uma pessoa comum que não dispõe de muitos recursos financeiros como a maioria de nós, então esse tipo de cenário não faz parte da sua realidade.

Determinar para onde você vai, é o segundo passo de uma evasão, porém esse passo pode ser dividido em 3 partes dependendo da sua realidade pode ser até mais, vou exemplificar.

RESGATE – Isso mesmo, você pode ter filhos em horários de creches e de escolas no momento da evasão e isso fará com que você determine que seu segundo passo seja ir até eles para depois seguir em diante, isso também vale para pais idosos e esposa ou esposo que esteja no cominho onde irá passar.

PONTO DE APOIO – O ponto de apoio é um local previamente determinado onde você se reunirá com as pessoas de sua família e amigos que estejam a par de seus planos de evasão, para estabelecerem qual será o próximo passo, aquisição de suprimentos que serão levados.

Esse ponto de apoio pode ser um local público como posto de gasolina, supermercados e até mesmo praças, pode ser também a sua casa ou a casa de uma familiar ou amigo, e esse local pode ser até mesmo sua BOL que é o local seguro onde será o destino de sua evasão.

BUG OUT LOCATION – É o destino final de sua evasão, que pode ser a sua casa, a casa de um familiar ou a de um amigo, ou até mesmo uma segunda residência sua, que pode ser outra casa, um sítio ou xácara, que sejam afastados do meio urbano.

Esses serão os 3 pontos que determinaram para onde você vai dependendo do seu plano de evasão, de quem vai com você e onde será o seu local seguro.

COM QUEM VOCÊ VAI?

Esse é um ponto importante, pois ele esta ligado diretamente com o sucesso e fracasso do seu plano de fuga e que muito preparadores falham nesse ponto, pelo simples motivo de não por os demais do grupo a par de seus planos, simplesmente eles criam o plano somente para eles e não repassam para os demais.

Todos que irão participar de seu plano de evasão devem estar cientes de todos os detalhes e de seus papeis dentro desse esquema, fazendo desse modo às chances de sucesso aumentam e muito na sua evasão.

O QUE VOCÊ VAI LEVAR?

Já definido para onde você vai e quem vai com você e hora de determinar o que você vai levar nessa evasão, como comida, água, roupas e equipamentos.

Porém isso vai depender do tipo de preparo prévio você já tenha feito, por isso que é muito importante já ter suprimentos previamente estocados e preparados na sua BOL seja onde for.

Para tais preparações, leve em consideração o tamanho do seu grupo e faça preparativo para no mínimo 3 meses de crise, assim minimiza o esforço e perda de tempo caso precise comprar ou levar suprimentos para sua BOL.

COMO VOCÊ VAI?

Esse é um ponto que pode determinar até mesmo onde será o seu local seguro, pois deve se levado em consideração a distância que será percorrida e o número de pessoas que estarão com você nesse trajeto, e dependendo onde será o seu BOL até mesmo o veiculo que será usado para tal percurso.

Porém, tudo é questão de preparo prévio, e você deve estar ciente de todas as necessidades e pontos fracos do seu plano de evasão.

E O QUE PODE DAR ERRADO?

Tudo, tudo pode dar errado, não existe plano perfeito existe mil fatores que podem comprometer o seu plano de evasão e que você vai ter que se adaptar na hora para remediar e minimizar os danos.

Você pode tropeçar e torcer o tornozelo, sofrer um acidente de carro no caminho, furar o pneu, chuva forte, transito parado, ou você pode estar em outro estado do país ou até mesmo estar doente ou acidentado na hora que precisar evadir.

São mil de situações que podem acontecer e que não da para prever e muito menos controlar, e se você focar em tudo que pode acontecer não vai sair do lugar.

Foca no que você pode controlar, mantenha o seu plano de evasão sempre atualizado e compartilhado com todos do seu grupo e o mais importante faça simulações com todos do seu grupo em diferentes horários e dias da semana, pois assim manterá todos a par do que deve ser feito, pois sempre haverá o fator imprevisto no caminho.

        Por mais que nos preparamos sempre haverá imprevisto que afetarão os nossos planos, e o melhor jeito de minimizar tais riscos e sempre optar pelo preparo prévio e pela simplicidade, um grupo muito grande, BOL muito distante e planos muitos elaborados requer uma grande logística, e o seu plano de evasão precisa ser facilmente executável por todos do seu grupo individualmente e por isso todos precisam participar criação e execução dele.

Postar um comentário

0 Comentários