quarta-feira, 2 de novembro de 2016

LIVRO: TRATADO DAS PLANTAS MEDICINAIS MINEIRAS, NATIVAS E CULTIVADAS - MEDICINA ALTERNATIVA #3

Olá pessoal, eu sou Daniel DeLucca sejam bem vindos ao blog Sobrevivencialismo Alfa e hoje eu quero apresentar para vocês o livro "Tratado das Plantas Medicinais Mineiras, Nativas e Cultivadas", uma grande e excepcional ferramenta de sobrevivência devido ao grande e rico conteúdo sobre a flora medicinal brasileira.

Esse livro traz o conhecimentos que esta sendo perdido ao passar das gerações, sim isso mesmo "perdido", quem aqui não tem uma avó ou mãe que já preparou aquele chazinho de ervas para curar uma dor de barriga, uma febre, cólica, dor de cabeça...? quem se lembra sabe que existia um chá para cada tipo de problema, certo?

Então, todo esse conhecimento tem se perdido com o passar do tempo, e devido a industrialização e o fácil acesso a medicamentos as pessoas não buscam mais esse conhecimento para curar doenças, o que era a coisa mais natural a 40 anos atrás hoje é chamada de "medicina alternativa" e muita gente hoje em dia torce o nariz quando ouvem falar disso.

Todo sobrevivencialista deveria investir nesse tipo de conhecimento, pois saber como curar uma simples dor de barriga em uma situação de crise pode salvar a sua vida, assim como tratar de um ferimento para que não infeccione, uma dor de dente ou até mesmo uma febre alta, existe 1 milhão de vantagens em ter esse conhecimento. Vamos a apresentação do livro.

O conhecimento científico e a sabedoria popular foram unidos, fundidos e resultaram no  livro “Tratado das Plantas Medicinais Mineiras, Nativas e Cultivadas”. Elaborado pela farmacêutica Telma Sueli Mesquita Grandi, ele facilita a vida dos adeptos da medicina alternativa, descrevendo e detalhando o preparo, a aplicação e contraindicações dos vegetais. 
A publicação também traz imagens de todas as espécies descritas, o que ajuda na identificação das plantas. Quando pesquisava as plantas, processo que durou três anos,  Telma Grandi as coletou com flores, que levou para os artistas mineiros Andréa Vilela, Júlia Bianchi, Marcelo Viana, Rafael Zavagli, Sandra Bianchi e Tânia Maria Viana desenharem e pintarem. E o trabalho ficou bonito. 
Para escrever este livro, Telma Grandi pesquisou 383 espécies de ervas, plantas e árvores com propriedades medicinais nativas ou cultivadas em Minas Gerais, durante os cerca de 40 anos em que lecionou na Universidade Federal de Minas Gerais, Universidade de Uberaba e Centro Universitário Newton Paiva. Além disso, a professora entrevistou 80 raizeiros mineiros, isto é, plantadores e coletores que lhe forneceram informações a respeito das plantas.
O Tratado das Plantas traz orientações importantes quanto às diferenças de preparar os remédios. Telma explica que “se a parte medicinal está na essência, por exemplo, ao se cozinhar perde-se essa essência e, consequentemente, os benefícios”. De algumas plantas são usadas as sementes, outras apenas as folhas, ainda podem ser utilizadas raízes e também cascas. E para aproveitar o melhor das espécies, é preciso prestar atenção na necessidade de infusão, cocção, ingestão ou uso externo. 
O leitor não precisa se assustar com palavras como estranhas ruderal, decocção, rufo. As 1,2 mil páginas incluem glossários com os significados dos termos usados na medicina e na farmacopeia. O livro é digital e pode ser consultado ou baixado pela Internet em PDF. Há também uma versão em DVD.  
O livro é resultado de diversas experiências profissionais ao longo de quase 40 anos, em que Telma vale dizer que a farmacêutica entrevistou mais de 80 raizeiros de Minas Gerais para redigir a obra. 
Além de sua grande utilidade para pesquisa e tratamento de doenças, o livro ainda conta com uma preocupação estética: o registro das espécies não são fotográficos, mas feitos em aquarela. “São obras de artistas mineiros. Coletava as plantas com flor e as levava para eles desenharem e pintar”, conta Telma. Este processo teve aproximadamente três anos de duração até ser finalizado. 
Fonte: Porteira do Mato

 Ser um sobrevivencialista é adquirir conhecimentos que podem salvar a sua vida, e saber como curar uma doença em uma situação onde não há médicos e muito menos hospitais é de grande valia para você e sua família ou grupo que você pertença, então não poupe esforços para agregar conhecimentos que podem ser de grande importâncias em uma eventual emergência.

Espero que tenham gostado desse artigo, para quem quiser fazer o download do livro em PDF é só clicar aqui em baixo, até a próxima.



Nenhum comentário:

Postar um comentário